5 dicas para usar um chatbot se você for uma pequena empresa

 In Não categorizado

A tecnologia fez muito pelo marketing. Em apenas alguns anos atingimos um nível de sofisticação que não tínhamos visto antes e, sabe qual é a melhor coisa disso? Bem, sem dúvida que, ao mesmo tempo, seu uso foi democratizado.

Neste artigo vamos falar sobre chatbots ou robôs conversacionais, que é algo tão complexo quanto parece e, ao mesmo tempo, tão fácil de implementar em qualquer negócio independente do seu tamanho.

Esses chats automatizados que interagem com os clientes a partir de suas dúvidas e da base de conhecimento que eles criam graças à Inteligência Artificial, são um aliado incrível para o seu eCommerce.

chatbot negocio

Posso usar um chatbot em uma pequena empresa?

Não só você pode: você deve. Parece que quando lemos que um software usa algoritmos ou Inteligência Artificial, nossas cabeças vão direto para uma solução cara, muito complexa de integrar e gerenciar.

Sempre pensamos em algo criado para grandes empresas e corporações gigantes com orçamentos de marketing enormes e recursos ilimitados.

Bem, esqueça esses preconceitos, chatbots são para você. Incluir um deles em sua loja online o ajudará em muitos aspectos, como melhorar seu nível de atendimento ao cliente, liberar recursos, vender mais. Resumindo: um chatbot torna o seu negócio mais lucrativo.

 

5 dicas para usar chatbots para PYMEs

Vamos direto para a parte prática do assunto com 5 dicas que você pode aplicar a partir de hoje se tiver uma ferramenta adequada.

# 1 – faça com que eles cuidem do trabalho recorrente

Sabemos muito bem que a maioria das perguntas que chegam até nós em um chat (seja de conversação ou operada por pessoas) são sempre as mesmas.

Realmente não faz sentido ter alguém em nossa equipe respondendo como um robô para a mesma coisa repetidamente quando, precisamente, podemos ter um robô de verdade para isso.

O melhor de tudo é que, à medida que são usados, eles têm a capacidade de autoaprendizagem. Eles não apenas respondem a perguntas predefinidas como estão aumentando sua utilidade.

# 2 – Não veja isso como um substituto para as pessoas: faça-as trabalharem juntas

É verdade que estão cada vez mais autônomos, mesmo para alguns usuários pode se tornar transparente “conversar” com um deles e não perceber a diferença em relação a um chat operado por uma pessoa. Mas o toque humano não pode ser subestimado.

Não importa o quão avançado seja um software, a quantidade de suposições e casos que podem ser dados em um eCommerce são praticamente infinitos.

Buscando a melhor experiência de compra, a coisa mais inteligente a fazer é criar uma estratégia combinada para que nossos recursos sejam mais produtivos em todos os níveis.

# 3 – Fornecer soluções quando forem necessárias

Tanto no atendimento ao cliente quanto no aspecto mais comercial do negócio, uma das coisas que fazem a diferença, sem dúvida, é estar na hora certa no lugar certo.

Mais uma vez, a Inteligência Artificial (desta vez junto com a automação) vem ao resgate para fornecer à sua pequena empresa recursos verdadeiramente avançados.

Basicamente, estamos falando sobre a incorporação de disparadores,triggers ou gatilhos que nos permitem predefinir uma lista de situações nas quais o usuário apreciará um pouco mais de atenção.

No caso do comércio eletrônico, pode ser, para citar apenas um exemplo, se durante o processo de compra ele parar sem realmente processar o pedido em checkout completo ou comparar produtos. Se estamos falando de outro tipo de negócio em que não há venda direta online, o cliente também pode ser abordado automaticamente com nosso bot de bate-papo em páginas como a página de contato ou nossas taxas.

O que devemos fazer é apresentar uma hipótese que forneça uma solução para uma necessidade potencial.

# 4 – Aumente a interação

Embora entendamos o canal digital como uma oportunidade para o cliente ser quase 100% autônomo, ainda é uma mais-valia e a interação com a nossa marca cria um vínculo com ela.

O modelo off-line clássico no qual a equipe da loja interage com o cliente quase como um consultor comercial com algo aparentemente tão básico quanto fazer com que eles se sintam ouvidos.

Ao mesmo tempo, ajuda-nos a gerar uma base de conhecimento sobre o que interessa, preocupa ou o que mais interessa ao nosso público-alvo. A interação é uma forma de crescer e melhorar através da compreensão do nosso público.

# 5 – Eles tornam seu site mais acessível e confiável

O comércio eletrônico e os negócios online são uma realidade com a qual convivemos há muito tempo. Ainda assim, nem todos têm o mesmo nível de treinamento para comprar online.

Um chatbot ajuda aqueles usuários que podem ter um perfil digital mais baixo ou que simplesmente têm mais dúvidas em relação às transações online, a conseguir realizar tarefas de forma assistida e com um nível de confiança muito maior (ideal para remover freios de conversão).

Recent Posts
estrategia atencion clienteblackfriday chatbot